Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Entrada Notícias IPCTN07: Resultados provisórios

IPCTN07: Resultados provisórios

O GPEARI /MCTES divulgou os resultados provisórios oficiais do Inquérito ao Potencial Científico e Tecnológico Nacional para o ano de 2007

 

O GPEARI/MCTES divulgou os resultados provisórios oficiais do Inquérito ao Potencial Científico e Tecnológico Nacional para o ano de 2007 (IPCTN 07), sobre recursos humanos e financeiros afectos a actividades de Investigação e Desenvolvimento (I&D) em Portugal.

Os resultados, ainda provisórios, evidenciam para 2007:

- Um aumento da despesa total em I&D, passando esta a representar globalmente, e pela primeira vez, 1,2% do PIB nacional. Este número significa que Portugal foi o país europeu em que a despesa em I&D mais cresceu entre 2005 e 2007, atingindo níveis comparáveis a Espanha (1,2%), próximos da Irlanda (1,3%) e superiores aos dados disponíveis de Itália (1,1%).

- Um aumento das despesas em I&D do sector Empresas, que ultrapassam, também pela primeira vez, o total de despesas em I&D do sector Instituições.

- Um acréscimo do número de empresas com actividades de I&D em Portugal, que passou de cerca de 930 para mais de 1500 entre 2005 e 2007.

- Um crescimento do número de investigadores em “equivalente a tempo integral” (ETI), com um valor global que duplicou em dez anos (passou de cerca de 14 mil ETI em 1997 para cerca de 28 mil em 2007) e que, no caso do sector Empresas, mais do que duplicou de 2005 para 2007 (passou de cerca de 4 mil para cerca de 8,6 mil respectivamente).

- Um reforço do número de investigadores na população activa (passou de 3,8‰ em 2005 para 5‰ em 2007).

 

Detalhes em: