Ferramentas Pessoais
Você está aqui: Entrada Notícias Primeiro medicamento de patente nacional disponível no mercado

Primeiro medicamento de patente nacional disponível no mercado

Antiepiléptico da BIAL chega às farmácias portuguesas

 

Após 14 anos de investigação e investimentos na ordem dos 300 milhões de euros, chega às farmácias portuguesas o primeiro fármaco de patente portuguesa. O antiepiléptico de investigação do Grupo BIAL inicia a sua comercialização em Portugal, estando já à venda nas farmácias da Alemanha, Reino Unido, Dinamarca, Áustria, Noruega e Suécia. Ao longo de 2010 e 2011, este medicamento será posto à venda nos restantes países europeus, nos Estados Unidos e no Canadá.

Pela primeira vez na história da indústria farmacêutica portuguesa, um medicamento de patente e de investigação nacional chega às farmácias. Para Luís Portela, presidente do grupo BIAL, o lançamento do antiepiléptico em Portugal "tem um significado especial, é um momento histórico para BIAL e também para a indústria farmacêutica nacional. O lançamento do nosso antiepiléptico vem coroar muitos anos de investimento, risco, profissionalismo e dedicação de toda uma equipa. Podermos oferecer a todos doentes uma nova esperança, uma solução inovadora para enfrentar a epilepsia é, de facto, o concretizar de um sonho e da missão de BIAL de estar ao serviço da saúde".